COMO INVESTIR SEU DINHEIRO COM INTELIGÊNCIA?

como investir seu dinheiro

Se juntar dinheiro já é complicado, fazer um bom investimento costuma ser ainda mais difícil. Por isso, muitas pessoas não conseguem juntar e fracassam quando fazem aplicações financeiras.

Na verdade, essas pessoas correspondem a 90% da população brasileira e uma das justificativas é que elas não se conhecem e nem sabem das opções de investimentos que o mercado oferece.

Quando a pessoa acerta no seu investimento, os seus lucros mensais e anuais podem ser imensos: basta lembrar que há muitos indivíduos que não precisam mais trabalhar e que conseguiram se aposentar por causa da renda dos seus investimentos.

Porém, qual seria a fórmula para que se consigam bons lucros investindo? É, com certeza, avaliando quais são os tipos de aplicações que apresentam baixo risco aliado a alto retorno financeiro.

Portanto, preparamos um guia para te ajudar a entender um pouco mais como investir de forma segura e inteligente. Acompanhe nossas próximas dicas:

 

  • Defina os prazos dos seus investimentos

 

O retorno de qualquer investimento não é imediato: na realidade, eles podem ser de curto, médio ou longo prazo.

Conhecer qual é a expectativa de retorno de determinada aplicação é indispensável para que ela seja escolhida: os indivíduos que estão planejando sua vida pensando na melhor idade, por exemplo, podem escolher um investimento que demore mais tempo para ser resgatado.

Contudo, aqueles que têm menos tempo para obter certo lucro podem optar pelas aplicações de curto prazo. No caso destes investidores, é importante lembras que existem ótimas opções com prazo de resgate de apenas doze meses.

Em relação às aplicações de médio prazo, temos períodos de até 60 meses, por exemplo, onde  quem investe no ano de 2018 pode retirar os seus lucros em 2023.

O site Bons Investimentos (conheça aqui) tem um simulador de investimentos para ajudar pessoas leigas no assunto e recomenda-se aproveitá-lo antes de fazer alguma aplicação real.

 

  • Usar meia hora por dia para se atualizar

 

As pessoas que fazem aplicações financeiras regulares estudam para escolher quais serão as opções de melhor retorno. Por isso, o estudo é obrigatório para os investidores leigos e pode ser de apenas meia hora: deve-se procurar pelas publicações sobre economia e sobre quais são os tipos de investimentos que estão se destacando.

 

  • Mesmo estudando, você não precisa ser um expert antes de começar a investir

 

Os estudos a respeito das aplicações financeiras são essenciais para que os novos investidores fiquem mais críticos e possam escolher de maneira inteligente onde vão por o seu dinheiro. De fato, vale dizer que esses estudos são necessários para qualquer investidor.

Contudo, será que é preciso você dominar totalmente o mercado financeiro para fazer seu primeiro investimento? Com certeza, não é. Você pode informar-se sobre quais são os investimentos mais seguros e iniciar suas aplicações com quantidade menores até se sentir confortável.

Nem mesmo a justificativa de se precisar acumular dinheiro para investir é válida: o Tesouro Direto aceita investimentos bem baixos, de R$ 30,00. Se essa quantia ainda é alta para você, é possível investir R$ 1,00 em alguns tipos de CDB.

 

  • Não veja o compromisso em investir como algo negociável

 

Tudo o que as pessoas veem como negociável acaba sendo deixado para depois e é esse relaxamento que impede muitos de lucrarem com os investimentos.

Para evitar isso, é importante colocar a quantia que se vai investir naquele mês dentre as contas obrigatórias, sendo tão importante quanto a conta de luz ou a conta de Internet. Não se deve pensar em investir “o que sobrou”: fazendo isso, o investimento sempre é pouco.

 

  • Não ache que você não vai lucrar com um investimento modesto

 

O poder dos juros compostos é capaz de fazer com que até aquele R$ 1,00 que foi citado anteriormente seja multiplicado. O importante é que o investidor não deixe de depositar e que ele não retire o que aplicou, esperando o prazo final do investimento.

E você? Já iniciou seus investimentos ou ainda tem algum receio? Que tal compartilhar suas experiências com nossos leitores?

Leave a Comment: